Montar e desmontar um pneu

A montagem e a desmontagem de um pneu devem ser efetuadas por um profissional treinado e qualificado, utilizando ferramentas e procedimentos adequados.

Se várias pessoas efetuam essas operações, se assegurar que pelo menos uma delas é capaz de conduzir corretamente todo o processo.

Usar um circuito de ar comprimido equipado com um limitador de pressão corretamente regulado.

O desrespeito destas instruções e destes procedimentos pode originar uma montagem incorreta do pneu no aro e provocar o estouro do pneu, o qual poderá ocasionar ferimentos graves ou mesmo mortais, além de perdas materiais.

Desmontar o pneu do aro de roda

Check out the safety rules and precautions necessary to mount or remove ag, tractor and trailer tyres safely

  1. Não tente descolar de um aro, os talões de um pneu agrícola inflado.
  2. Imperativo: remover o mecanismo interno da válvula.
    Se assegurar de que o pneu está completamente vazio antes de proceder à desmontagem:
    Não utilizar ferramentas suscetíveis de danificar os flancos ou os talões do pneu;
    Descolar os talões a partir dos entalhes de desmontagem se o pneu possuir entalhes;
    Lubrificar as bases dos aros e os talões do pneu, para facilitar a desmontagem e evitar a deterioração dos talões, em particular durante a reparação de um furo;
    Se o aro apresenta danos aparentes, o esvaziamento é imperativo antes da desmontagem do conjunto montado.

Preparar a Montagem

Check out the safety rules and precautions necessary to mount or remove ag, tractor and trailer tyres safely

  1. Antes da montagem, se assegurar da compatibilidade entre o aro, o pneu e a câmara de ar. Verificar se:
    1. O pneu é compatível com o veículo ou à máquina:
    2. O diâmetro no “seat” do aro corresponde ao diâmetro no “seat” do pneu a montar (exemplo: pneu 18.4 R 30 Aro: DW16L x 30);
    3. A montagem do pneu pode ser efetuada neste aro. (link hipertexto para a tabela de aros e válvulas)
      Atenção! Existem aros com um diâmetro de seat de 15.3”. Nunca montar nesses aros, pneus de 15”. Idem para os aros de diâmetros 16.1" e 16.5", ou seja, nunca montar pneus de 16".
  2. Em um aro já usado, antes de proceder à montagem:
    O aro deve estar limpo e sem dano algum. Senão, limpar o aro com uma escova metálica. Nunca montar um pneu em um aro fissurado, deformado ou apresentando sinais de ruturas, marcas de reparação com solda.
  3. Se o pneu já foi usado, examinar atentamente seu exterior e seu interior para localizar eventuais danos que deverão ser reparados antes da montagem. Se ele apresenta danos ou marcas de uso, julgados não reparáveis por um especialista, eliminar o pneu.
  4. Para uma montagem com câmara de ar, utilizar sempre uma câmara de ar nova, adequada à dimensão do pneu (marcação na câmara de ar das dimensões de pneus compatíveis). Nunca montar uma câmara de ar em aro deteriorado, reparado ou apresentando pontos ásperos. Quando se monta um pneu Tubeless, sem câmara de ar, em um aro Tubeless, montar uma válvula Tubeless nova, a cada montagem.
  5. Usar ferramentas em bom estado, não cortantes, limpas e adequadas a pneus e aros (descolagem dos talões, alavancas, máquinas...).
    No caso de pneus largos ou de grande volume, preferir a utilização de um destalonador ou de um extrator de talões (assistência mecânica adequada) para a montagem do segundo talão.
    Antes de proceder à montagem, lubrificar os seats de aro e os talões do pneu. Aplicar uma camada fina de lubrificante nas partes assinaladas no desenho ao lado. No lado exterior dos talões o lubrificante deve subir até 5 cm acima da borda da pestana do aro. Utilizar exclusivamente lubrificantes adequados a esse uso e não agressivos para o pneu: excluir lubrificantes à base de hidrocarbonetos, silicone, anticongelante...

Montagem vertical do pneu na roda

Check out the safety rules and precautions necessary to mount or remove ag, tractor and trailer tyres safely

  1. Colocar a válvula ou o furo da válvula embaixo.
  2. Colocar a janela de remoção do talão afastada da localização da válvula para evitar que o talão se danifique nela.
  3. Inserir o pneu no aro da roda de modo a que o primeiro talão do pneu venha se posicionar na borda do aro. Se for necessário, respeitar o sentido de rotação indicado no pneu por uma seta.
  4. Com uma alavanca adequada e por toque sucessivo de 10 em 10 cm:
    • Passar o primeiro talão por cima da borda do aro e enfiá-lo na garganta mais profunda.
    • Depois de ter passado o primeiro talão:
      • Fixar a válvula apertando moderadamente a porca.
      • No caso de montagem com câmara-de-ar, posicionar a câmara-de-ar, ligeiramente inflada no interior do pneu.
    • O segundo talão:
      • Passá-lo por cima da borda do aro e enfiá-lo na garganta mais profunda.
    • Terminar na válvula.
  5. Centragem do pneu e posicionamento dos talões:
    • Baixar ligeiramente o macaco para favorecer a centragem do pneu no aro.
    • Remover o mecanismo interno da válvula,
    • Inflar lentamente para inserir os talões regularmente,
    • No caso de montagem com câmara-de-ar, verificar se os talões não esmagam a câmara.
    • Inflar a 35 PSI sem ultrapassar essa pressão, para assegurar o bom assentamento dos talões no aro.
    • Se os talões não assentarem no aro com até 35 PSI, desmontar e repetir a operação lubrificando bem os talões e o aro.
Schema_Montage_V01_BR_optimise

Calibrar e assentar os talões

Os itens de segurança individual são:

  • Sistema de retenção do conjunto do pneu agrícola (gaiola de segurança)
  • Óculos de proteção,
  • Calçado de segurança,
  • Capacete antirruído.

Check out the safety rules and precautions necessary to mount or remove ag, tractor and trailer tyres safely

Na ausência de gaiola ou de barra de segurança, o operador deve se afastar o máximo possível do pneu e do aro.

Atenção! Nunca se posicionar nas trajetórias para evitar qualquer risco de acidente corpóreo em caso de incidente.

Para trabalhar em plena segurança, utilizar uma pistola de inflar com um manômetro escalonado, ligada à válvula por uma extensão de ar de 3 metros no mínimo, e equipada com um sistema de engate ao lado da válvula e em perfeito estado de funcionamento - nunca bloquear o gatilho.

Verificar antes de tudo:

  • Se os talões estão bem instalados e centrados em relação às bordas do aro. Inflar até 35 PSI sem ultrapassar esta pressão.
  • Se os talões não estiverem bem instalados:
    • Esvaziar, lubrificar novamente e encher até que a pressão atinja 35 PSI.
    • Repetir as operações acima até que os talões estejam bem instalados.

Em seguida:

  • Repor o mecanismo interno da válvula,
  • Apertar a porca de válvula com a mão,
  • Inflar com a pressão de serviço, em função das tabelas de carga mencionadas na documentação do fabricante ou com a pressão de estocagem.
  • Instalar a tampa de válvula depois de completamente inflado ou do controle da pressão, porque só essa peça garante que a válvula se mantenha limpa e a sua estanqueidade.

Em caso de montagem deitada no chão, método não aconselhado pela Michelin devido à impossibilidade de ver o posicionamento do talão inferior, atender a:

  • Não ultrapassar a pressão máxima de 10 PSI (para o controle da estanqueidade);
  • Levantar imperativamente o conjunto pneu-aro, colocá-lo em uma gaiola de segurança ou, na sua ausência, encostar a parte superior à parede, nunca contra uma porta ou contra uma parede fina;
  • Respeitar as instruções de calibragem relativas à montagem vertical (figuras 1, 2 e 3).

Observação:
Todos os pneus radiais utilizados com baixas pressões devem ser montados em aros de roda de qualidade.

Colocação em serviço

  • Para o transporte de veículos (por estrada, por trem ou por barco), aconselhamos inflar os pneus agrícolas a 26 PSI para evitar que sejam danificados por certos sistemas de estiva.
  • Quando se coloca a máquina em serviço, as pressões devem absolutamente ser determinadas e reguladas em função da carga suportada pelos pneus e das condições reais de utilização. 

BAIXAR A DOCUMENTAÇÃO DE MONTAGEM > Método de montagem de um pneu agrícola.pdf